SENTIDO

July 28, 2017

Largo Condessa do Juncal | Guimarães

Nas atividades humanas, vivas e belas, o sentido de equilíbrio parece ser sobretudo um limite, um ponto zero, um vazio a abraçar.

Uma linha filiforme e sem consistência, esticada entre o sentido e o sem sentido, o ponto limite em que as coisas podem seguir um certo rumo.

Debruçamo-nos perigosamente, com atenção para não perder o equilíbrio, mas absorvidos pela visão do abismo. O sentido da beleza vive deste movimento, desta duplicidade.

Aventurar-se por entre as potencialidades não escolhidas, as águas não canalizadas e encontrar o equilíbrio de uma forma que o revela.

É este o sentido?

É aí que mora o nosso equilíbrio, o equilíbrio da beleza.

Três personagens. Três homens encontram-se e confrontam-se, procurando um equilíbrio, um sentido.

ESTREIA NACIONAL

Performers: Alexandre Duarte, Fábio Costantino e Ricardo Costa

Direção: Boris Vecchio

Música: Ares Mozzi

Produção: Associazione Culturale Sarabanda

Coprodução: Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous