RESILIÊNCIA

“Capacidade de um corpo recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação”.

Recuperar a sua forma? Forma original? Por outro lado, pensando na ideia plástica da escola da Bauhaus que defende a simplicidade da forma, partindo da situação docorpo,doser,doestarempé,docaminhar e somente no fim do saltar e do dançar. Ponto, linha, plano, volume. Resolvemos juntar estas duas noções. Como seres resilientes neste mundo conturbado, vamos procurar esta essência da forma, da cor, do espaço, do ser num processo contínuo de simplificação, utilizando as artes do novo circo e suas técnicas virtuosas que nos abrem novas linhas e planos no espaço e novas perspetivas sobre o ser humano e os seus limites.

ESTREIA ABSOLUTA | COPRODUÇÃO

COMPANHIA: UMPOR1

EQUIPA ARTÍSTICA E TÉCNICA:

Direção Artística: Bruno Machado

Assistência de Direção e Produção: Mickaella Dantas

Interpretação e Cocriação: André Araújo, Bruno Machado, Carmen Viegas, Chandra Malatisch, Juliana Moura e Luís Reis

Cenografia: A Casa ao Lado

Música Original: Luca Argel

Fotografia: Aclo

Coprodução: Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous

Residências Artísticas: Acro Clube da Maia, Junta de Freguesia Tenões, Lago Discount