POZZO

Estranhamente surreal, um intérprete desdobra-se em diferentes personagens, numa performance que privilegia a investigação sobre o clown contemporâneo e o trabalho de máscara, além da música tocada ao vivo. Pozzo é um espetáculo cómico, interativo, interventivo e absurdamente cheio de sentido.

Uma metáfora permite uma aproximação vertiginosa à realidade: Pozzo é uma alegoria do ser politizado e hierárquico. Num ambiente pós-apocalíptico, os porcos são a principal vítima desta catástrofe. A obsessão de Pozzo em comer porcos trouxe a extinção da espécie e como consequência a fome instalou-se. O espaço privado desta figura é colocado em praça pública de uma forma grotesca e bizarra.

 

Rui Paixão foi vencedor do prémio OFF CIRCADA em Sevilha como artista emergente no circo contemporâneo.

COMPANHIA: CÃO À CHUVA & D’ORFEU

EQUIPA ARTÍSTICA E TÉCNICA:

Criação e Dramaturgia: Carlos Reis e Rui Paixão

Interpretação: Rui Paixão

Música ao vivo: Carlos Reis

Desenho de Luz: Manuel Abrantes

Cenografia: Cristóvão Neto

Coprodução: d’Orfeu AC / Cão à Chuva

Residência Artística: Fafe Cidade das Artes