FACE NORD

July 26, 2017

Praça D. Maria II (topo norte) | V. N. Famalicão

O acrobata está constantemente a testar os limites do seu corpo, levando-o a uma luta sem fim cujos adversários são a sua realidade fisiológica,

a gravidade e as leis da física.

Esta luta está perdida logo à partida.

Consciente ou inconscientemente, o único objetivo é adiar a derrota, rebater o momento em que a idade e o tempo levarão a melhor da sua força.

O artista de circo é um herói absurdo e trágico, sendo a vaidade da sua luta que lhe confere toda a sua beleza. Ele não pode senão aceitar a sua condição: a sua revolta é a sua humanidade.

ESTREIA NACIONAL

Acrobatas: Alexandre Fray, Mika Lafforgue, Sergi Parés e Arno Ferrera

Encenação: Un loup pour l’homme e Pierre Déaux

Texto: Bauke Lievens

Desenho de som: Jean-Damien Ratel

Desenho de luz: Thierry Robert

Figurinos: Emmanuelle Grobet

Equipa técnica: Pierre-Jean Faggiani e Laurent Mulowsky

Administração e agenciamento: Caroline Maerten and Lou Henry

Produção: Companhia Un loup pour l’homme

Coproduções: L’Hippodrome de Douai – Le Bateau Feu / Scène nationale Dunkerque – Festival Theater Op de Markt, Neerpelt

(Bélgica) – Cirque théâtre d’Elbeuf, Centre des arts du cirque de

Haute-Normandie – Le Sirque, Pôle Cirque de Nexon em Limousin – EPPGHV, La Villette, Paris – Equinoxe – Scène nationale de Châteauroux

Parceiros públicos: Drac Nord-Pas-de-calais – Région Nord Pas-de- Calais – DGCA