Cláudia Berkeley

Atriz / Diretora

Desde 2014 que integra a equipa do Teatro da Didascália como atriz/criadora e assume a coordenação geral de todo o projeto.Programa o Festival Internacional Vaudeville Rendez-Vous – Festival de Circo Contemporâneo que acontece anualmente em Barcelos, Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

É a responsável pela participação do Teatro das Didascália nas redes internacionais: CircoStrada (curadora de duas mesas-redondas no Fresh Circus 2018 e membro do grupo de trabalho), CircusNext e CircusLink. Em 2015 fez um curso de 52 horas de Dança Aérea, promovido pela Companhia UMpor1. Entre 2012 e 2014, colaborou com a companhia Jangada Teatro, e foi lá que começou a internacionalizar a sua carreira.  Atuou no Keistuoliu teatras (Lituânia), Vilkaviškis Kuturus Centras (Lituânia), Vilniaus Kamerinis Teatras (Lituânia), Teatro Glauce Rocha (Rio de Janeiro – Brasil), Teatro Commune (São Paulo – Brasil) e VDU Teatras (Kaunas – Lituânia). Durante esse período trabalhou como atriz em várias peças, destacando-se: Médico à força de Molière, encenado por John Mowat; “O Espelho”, de Sophia de Mello Breyner Andresen, encenado por Manuel Costa Dias; Boca do Inferno, de António Torrado, encenado por José Carretas; Romance da Raposa, de Aquilino Ribeiro encenado por Luiz Oliveira; Fui ao mar, texto e encenação de Luiz Oliveira; O Grande Cortejo, texto de Luís Ângelo Fernandes e encenação de Fernando Moreira; Quem Come a Minha Casinha, dramaturgia e encenação de José Caldas; Patinho Feio, dramaturgia e encenação de Luiz Oliveira. Em 2011 fez o papel de Musa da Devoção no musical “1906 O Nosso Grande Amor”, encenado por Matilde Trocado Castro e com direção musical de Hugo Reis. Em 2010, participou num série de performances sobre o músico experimental Cornelius Cardew, realizadas na Culturgest, no Porto. A sua formação em dança inclui popping, locking, breakdance, newschool, dancehall e dança contemporânea. Lecionou Popping no Pinguim (Porto) e no Centro de Estudos Shine (Vila Nova de Gaia) de 2010 a 2012. Em 2010, foi Assistente de Produção no FIMP (Festival Internacional de Marionetas do Porto). Entre 2008 e 2011 formou-se em Teatro no Balleteatro Contemporâneo do Porto.

claudia@teatrodadidascalia.com